Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Além do Horizonte

Neste blog poderá encontrar temas relacionados com a inclusão, a forma de descomplicar e informar sobre a cegueira, bem como as dificuldades que sentimos no dia-a-dia.

Além do Horizonte

Neste blog poderá encontrar temas relacionados com a inclusão, a forma de descomplicar e informar sobre a cegueira, bem como as dificuldades que sentimos no dia-a-dia.

Cega ou Audiovisual?

24.07.19, Além do Horizonte

 

Vamos lá esclarecer! Não somos audiovisuais, nem invisíveis.

Ser audiovisual já é estranho, mas invisível!! Já é demais !

Acreditem, é mesmo verdade!

Já nos chamaram de invisíveis e com muita pena nossa não estavam a brincar. E já agora, também não somos portadores de deficiência, não transportamos nada.

Uma das primeiras vezes que recorri ao serviço da Uber, o motorista foi bastante atencioso. Veio ter comigo, encaminhou-me para o carro e durante a viagem surgiu a habitual conversa de circunstância. Qual não foi o meu espanto quando a dado momento ele referiu: “Pois, sabe eu também conheço um casal de audiovisuais ”!

Esta foi a primeira vez que me aconteceu ouvir, e sinceramente ao início pensei que estava a brincar, depois percebi que não… Entretanto já voltou a acontecer por várias vezes, principalmente no metro.

O termo invisual surgiu durante a época da ditadura, antes do 25 de Abril. Há quem considere que utilizar a palavra “invisual” se aligeira e reduz a carga negativa que a sociedade atribui ao termo deficiente visual.

Nós achamos que devemos de ser tratadas por cegas, sem qualquer tipo de rodeios! Porque é essa de facto a nossa condição!

 Mas claro que respeitamos quem prefira ser tratado por invisual.

Assim, já sabem! Deficiente visual, cego ou invisual, são termos apropriados!

Audiovisual ou invisível? Definitivamente não!

Bons horizontes!

Comentar:

CorretorMais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.